27.12.09

É desconfortável.
(...)

26.12.09

o pior das coisas más
são os pormenores
que, entre notas graves,
se mostram estridentes
para nos avisar
que de salto em salto
se foge dos perigos
e
se chega mais longe.



*

24.12.09

vermelho quente, nosso.

Prendi-me nas luzes cintilantes que a vida tem nesta altura. Sinto o teu conforto quente, a tua presença amiga; e o facto de me dares sem querer nada em troca é que me faz saber que é Natal.
Obrigada.

10.12.09

Só os amantes escrevem palavras doridas, porque só na tristeza é que se valoriza os dias do Verão do amor.
É só olhar em redor.






*

1.12.09


-não conheço. (a)





*