25.3.10


"When I'm weak I draw strength from you
And when you're lost I know how to change your mood
And when I'm down you breathe life over me
Even though we're miles apart we are each other's destiny."
zero 7

15.3.10

és sítio onde as maõs se dão...dança em mim.

13.3.10

"I was dying to see Paris, as if I've never been."

11.3.10

Num sítio escuro, as palavras soltaram-se. Deixou de haver frases com sentido, mesmo com os pontos finais sempre lá, mesmo com a minha vontade de voltar tudo ao mesmo. Um sentimento desfeito pelas palavras ditas, preso num buraco fundo, onde as palavras soltas se chocavam cada vez mais. Estava cega dos olhos, da boca e da alma. Não as via, não as dizia nem as sentia. Talvez por isso mesmo, me foi tão difícil juntá-las de novo, mas aconteceu. É que, quando abri os olhos, vi-te. A claridade trouxe-me o teu toque. Trouxe-me voz e descobriu-me a alma. As palavras acabaram por se encontrar umas às outras, mas não foram precisas. Disseste-me tudo com o olhar.




:heart:,
joana

9.3.10

devia viver num mundo muito mais terreno.

5.3.10

(no words. just got to know it.)